quinta-feira, 11 de junho de 2015

Adeus, CHRISTOPHER LEE (1922 - 2015)


Pouco após completar 93 anos no dia 27 do último mês, faleceu em Londres o lendário e querido ator britânico Christopher Lee, no último domingo, dia 7. A morte do artista só foi anunciada na manhã desta quinta, que, com certeza, termina bem mais triste com essa lamentável notícia.

Christopher foi dono de uma incomparável extensa filmografia, que calcula aproximadamente mais de duzentos longas-metragens, como ator. Entre estes filmes, figuram clássicos como O Expresso do Horror, A Múmia, 007 contra o Homem com a Pistola de Ouro, Drácula, A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça, A Volta ao Mundo em 80 Dias, O Conde Drácula (outra versão), Moulin Rouge (versão de John Huston), Aeroporto 77, As Férias do Sr. Hulot, Hamlet, A Vingança de Milady, O Dia do Juízo Final, Os Três Mosqueteiros, Poderes Ocultos, O Metrô da Morte, Essência da Maldade, A Vida Íntima de Sherlock Holmes, Júlio César, O Juiz Sanguinário e As Bodas de Satã, além de ter feito muitos personagens em filmes atuais. Christopher fez Saruman na trilogia Senhor dos Anéis e nos três filmes da franquia O Hobbit, Conde Dooku em Star Wars - Episódio III: A Vingança dos Sith, Dr. Wonka na adaptação de 2004 de Tim Burton de A Fantástica Fábrica de Chocolate, e outros papéis mais em A Bússola de Ouro, Alice no País das Maravilhas, A Invenção de Hugo Cabret, Sombras da Noite e Trem Noturno para Lisboa.

Christopher parte e deixa marcada na história do cinema uma jornada simplesmente arrebatadora e exemplar. Um ator como nenhum outro jamais pôde ser, Lee encarnou dos mais diferentes tipos de personagens, das mais diversas versões de Drácula e dos mais encantadores longas. Em sua memória, sua vida fica dentro dos rolos cinematográficos. E que, futuramente, essa carreira lendária seja amplamente celebrada mais do que atualmente ela já é. Adeus, Christopher. Não se preocupe. Você, de jeito algum, poderá ser esquecido algum dia, se era esse seu medo. Goodbye, Saruman. 

"As pessoas fazem a história, mas raramente se dão conta do que estão fazendo"


- Christopher Lee

Nenhum comentário:

Postar um comentário